terça-feira, 31 de dezembro de 2013

2014 !


Mais uma vez um final de ano chega e a esperança de que ano que vem seja melhor que este, só aumenta. Fazendo uma retrospectiva de 2013 sei que comecei este ano muito “bem” com lágrimas nos olhos. Desliguei-me um pouco de tudo e liguei o foda-se para muita coisa. Experimentei sensações. Fiz novas amizades, me desfiz de outras. Encontrei um novo amor e voltei a ser que eu era. Joguei-me, como um tiro no escuro, mas acertei o alvo. Preocupei-me a toa, quebrei laços de anos, aproximei pessoas, dancei, pulei, chorei e sorri. Quase fiquei louca, mas no final fiquei bem. Saí, me diverti, fiquei triste e alegre. Recebi apoio de quem amo e aprendi novas coisas. Conheci novos lugares, passei a detestar outros. Li novos livros, prestei vestibulares, andei com dúvidas e achei meu caminho. Neste ano tive perdas e ganhos, talvez balanceados ou com “ganhos” tendo uma leve vantagem. Que ano que vem venha com muito mais experiências, momentos e felicidades. Que venham mais sorrisos, do que lágrimas. Que 2014 me surpreenda.

Raphaela Barreto 

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Crer

As pessoas precisam acreditar em alguma coisa para poderem levantar da cama. Não importa se é no cristianismo, espiritismo, hinduísmo ou budismo, o importante é crer em algo. Certa vez ouvi dizer que religião gera guerra, não é a religião que gera guerra, e sim a ignorância do homem. Algumas pessoas simplesmente não sabem aceitar outra cultura, há um Deus, que pode ser atendido por diversos nomes, por que não? Ou então nações inteiras seriam condenadas porque nós temos uma cultura diferente deles – pouco sensata essa afirmação. Todos sabem o que é certo e errado, qual caminho seguir e onde a felicidade de cada um se encontra, por que não seguir em direção ao que queremos? Cada um tem que ser livre para ir e vir, e acreditar naquilo que acha certo, e acima de tudo, ser grandiosamente feliz.

Raphaela Barreto
Maio

domingo, 29 de dezembro de 2013

Crianças

A chuva era constante lá fora, nem forte e nem fraca. O céu acinzentado e o uivo do vento revelava o pouco frio que assolava as ruas. Em minha frente perto da lareira lá estava ele, usando a camisa xadrez que eu dera de presente a ele em tempos remotos. O olhar cálido e verde me encarando revelava o desejo ardente de nossa pele, mas ainda não era hora. Levantei-me e fui em sua direção sorrindo, ele retribuiu o sorriso e mesmo depois de tanto tempo havia um descompasso em meu coração ao olha-lo sorrir. Peguei-lhe a mão e ele sem questionar, me seguiu até fora de casa. A chuva empapava nossas roupas, cada gota gelada revigorava e então brincamos de ser crianças uma ultima vez.

Raphaela Barreto
Abril

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Pontes Indestrutíveis - CBJR

Buscando um novo rumo, que faça sentido nesse mundo louco, com o coração partido, eu tomo cuidado pra que os desequilibrados não abalem minha fé pra eu enfrentar com otimismo essa loucura. Os homens podem falar, mas os anjos podem voar, quem é de verdade sabe quem é de mentira, não menospreze o dever que a consciência te impõe, não deixe pra depois, valorize a vida. Resgate suas forças e se sinta bem, rompendo a sombra da própria loucura, cuide de quem corre do seu lado e quem te quer bem, essa é a coisa mais pura. Fragmentos da realidade, estilo mundo cão, tem gente que desanda por falta de opção. E toda fé que eu tenho, eu tô ligado que ainda é pouco. Os bandidos de verdade tão em Brasília tudo solto. Eu faço da dificuldade a minha motivação, a volta por cima vem na continuação, o que se leva dessa vida é o que se vive, é o que se faz, saber muito é muito pouco, "Stay Will" esteja em paz. Que importa é se sentir bem, que importa é fazer o bem, eu quero ver meu povo todo evoluir também. [...] Prosperar também. Resgate suas forças e se sinta bem [...] Difícil é entender e viver no paraíso perdido, mas não seja mais um iludido, derrotado e sem juízo [...] Viver, viver e ser livre, saber dar valor para as coisas mais simples, só o amor constrói pontes indestrutíveis.

Pequena homenagem ao Chorão, que em 06/03 foi para uma melhor - ou não.
Esta é uma de minhas musica preferidas dele, tentaria descrever o que penso ao ouvir a música,

mas é mais fácil que vocês leiam e entendam por si só. E então, hoje, o mundo se despede fisicamente de um dos maiores musicitas e compositores que já existiu no Brasil, porque na verdade dizer adeus a gente nunca vai, essas músicas e a memória dele sempre estarão dentro de nós.

Março.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Tempestade

Ela sabe que vai se machucar, sabe que vai doer e que vai ser mais uma cicatriz junto com tantas outras, como também sabe que ele não vale sequer nenhuma lagrima caída no travesseiro no final de um dia. Mas o amor é assim, não é? Um tiro no escuro, quebrar a cara algumas vezes até perceber que não vale mais a pena usar aquela pistola para atirar. Acorda menina boba, o café já esfriou faz tempo, não insista em lâmpada queimada, dizer adeus dói, mas é na dor que grandes pessoas se formam e já chega de ser pequena. Vamos lá, seu coração novo tem muito que aguentar ainda, coloca o teu melhor vestido, passa o melhor batom e sai sorrindo por ai, abrace o mundo que ele te acolhe, antes do nos perdermos sempre somos achados, o sol nasce amanhã e tudo fica bem, só acreditar e ter fé, a tempestade sempre passa.

Raphaela Barreto
Fevereiro.

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Raro

Sabe, sou daquele tipo de pessoas que vai sempre estender a mão a um amigo, não importa o quão frágil eu esteja. Sempre meu ombro estará disponivel. Sempre um abraço estará pronto. Não suporto ver as pessoas ao meu redor tristes, mesmo que eu não conheça-a muito bem. Sempre faço de tudo para ver os outros felizes quando estão para baixo, mesmo porque, eu sei o peso de um "vai ficar tudo bem" quando seu mundo está desmoronando.

Raphaela Barreto
Janeiro.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Retrospectiva 2013

Olá leitores,

A partir de amanhã estarei fazendo  uma retrospectiva deste ano, vou postar os textos de cada mês que foram mais lidos. Relembro momentos, sentimentos, falhas e vitórias. Se algum momento foi especial para você e você o transformou em texto, só colocar o link do texto no comentário que eu estarei publicando aqui com seus créditos. 

Um ótimo 2014 a todos! 
Que momentos felizes venham com mais frequência. 

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Falando em paixão, acabei com as sapatilhas no pé


Imagine sua maior paixão, seu sonho de infância, um mundo alternativo, uma utopia difícil de ser conquistada, mas não impossível. Imagine um dos motivos do seu bem estar, algo que você goste, que te complete, que renove sua alma, limpe sua mente e deixe pensamentos bons. Imagine-se uma pessoa melhor, capaz de fazer aquilo que quer e ir atrás dos seus sonhos. Imagine-se renovado. Pense em algo que vá te fazer sentir especial, transbordando felicidade e êxtase. Agora, vá atrás disso e se já tens, não deixe escapar. O motivo deste pequeno texto? Por que é assim que me sinto dançando – as dores musculares, os calos nos pés, os tombos e o cansaço valem a pena quando posso desfrutar poucas horas desta minha pequena utopia. 

Raphaela Barreto

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

[Resenha] O que é magia - João Ribeiro Junior

No livro o que é magia de João Ribeiro Junior entendemos o que é magia e quais são suas práticas. Ao contrário do que muitas pessoas pensam não existe somente magia negra, mas magia branca também. Vemos que quem pratica magia, é o mago, que não passa de um homem comum em busca de conhecimento, sabedoria e equilíbrio com o universo –“O objetivo da magia é o conhecimento integral do homem” – Conhece-te a ti mesmo. Bruxos praticam bruxaria e feiticeiros, feitiçaria – ambas usando mais desejos carnais. Como tudo no mundo, para o lado do bem, existe o mal, ou seja, existe o culto a Deus e o culto aos demônios também. Aprendemos sobre o que é ocultismo e o que ele significa para um mago. A escrita do livro é mais técnica, mas não difícil de ser compreendida. Recomendo o livro para quem quer entrar ou conhecer este mundo de mistérios.

Capítulos: As singularidades particularidades da magia; As modalidades mágicas; As práticas mágicas e os símbolos, Magia e religião, Magia e Ciência; Amor e sexo segundo a magia; e Indicação para leitura.

Páginas: 50.


Nota: 3 estrelas. 

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Dê-me



Dê-me um beijo,
Faça-me um carinho,
Coloque-me para dormir.
Sussurre em meu ouvido,
Diga que me ama,
E me abrace forte.

Dê-me chocolate,
Um banho quente,
Cheio de espuma.
Enrole-me na toalha,
Sussurre em meu ouvido,
De novo,
Deite-me na cama,
Beije-me.
Faça carinho em mim,
Sussurre,
Se movimente.
De novo.

Dê-me você,
Por inteiro,
Com suas metades,
Que completam as minhas.
Sussurre em meu ouvido,
De novo,
Eu digo que te amo,
E te abraço forte.

Dê-me chocolate,
Dou-te um banho quente,
Cheio de espuma,
Enrolo-te na toalha,
Sussurre em meu ouvido,
De novo,
Deito-te na cama,
Beijo-te,
Faço-te carinho,
Sussurre,
Me movimento,
De novo.

Complete-me mais.
Juntos,
Nós dois.
De novo,
Sempre.
Sussurre:
Eu te amo.

Eu também te amo. 

Raphaela Barreto

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Bem estar de um abraço


A duração média de um abraço entre duas pessoas é de 3 segundos. Mas os pesquisadores descobriram algo fantástico. Quando um abraço dura 20 segundos, há um efeito terapêutico sobre o corpo e mente. A razão é que um abraço sincero produz um hormônio chamado "oxitocina", também conhecido como o hormônio do amor. Esta substância tem muitos benefícios na nossa saúde física e mental, ajuda-nos, entre outras coisas, a relaxar, produz o sentimento de segurança e acalmar nossos medos e ansiedades. Este maravilhoso calmante é oferecido de forma gratuita cada vez que temos uma pessoa em nossos braços, uma criança, nossos bichos de estimação, quando estamos dançando com o nosso parceiro, quanto mais nos aproximamos de alguém ou apenas manter a firmeza de um ombro amigo.

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

[Resenha] Brida - Paulo Coelho

Neste livro Paulo Coelho nos conta sobre a iniciação1 de Brida – uma mulher que ele conhece na Irlanda e quem tem uma história fascinante. Brida é uma jovem comum, que teme enfrentar o seu destino, mas ao contrário de alguns, ela o enfrenta e atinge o que queria. Em Brida, encontramos mistérios e segredos da Tradição do Sol e da Tradição da Lua, que vem sendo passados de geração em geração desde os antigos celtas. Aprendemos também sobre nossa Outra Parte2, sobre magia e bruxaria e ao contrário do que muitos pensam tais assuntos não envolvem cultos a demônios, e sim comunhão com Deus e a natureza. Nos envolvemos também em um romance, o que deixa o livro mais interessante e lemos algumas coisas sobre o sexo também. Em mais um clássico de Paulo Coelho, passaremos a ver o mundo de outra forma, a aprender ouvir o mundo e nossa alma e olhar sempre para horizonte. Como fã, leitora e crítica, recomendo este livro, ele realmente vale a pena ser lido.

Pág: 286.

Nota: 5 estrelas.

1 : Iniciação é o processo pelo qual a discípula passa para se tornar efetivamente uma bruxa e posteriormente uma mestra.

2: Outra Parte é nome que se dá na religião Wicca para a Alma Gêmea. Segundo a bruxaria quando reencarnamos nossa alma é dividida em dois, uma parte masculina e outra feminina, essas novas partes se dividirão e assim sucessivamente. Com todas essas divisões ficaríamos fracos, obviamente, então como missão temos que encontrar essa Outra Parte durante nossa vida, formando novamente um só. Para os bruxos experientes é possível reconhecer a Outra Parte através de uma pequena esfera brilhante em cima do ombro esquerdo da pessoa, para as demais pessoas, de qualquer religião, é possível reconhecer nossa Outra Parte através do brilho dos olhos (algo que foi sempre falado, mas tido como banal). Somos muitos espalhados pelo mundo e então podemos encontrar mais de uma Outra Parte em uma reencarnação. [Este assunto é um dos que mais chamam a atenção neste livro.] 

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Notinha



Gostaria de agradecer a todos que participaram da promoção Seu Cantinho no Meu, obrigada. Tenho certeza que todos adoraram os textos aqui publicados. E como dito vamos aos ganhos. Os textos mais comentados, foram:
  1.        Onde cantam as cotovias – André Foltran (6 comentários)

Então, parabéns ao André que terá o blog divulgado em meus outros três blogs + redes sociais. A partir de hoje começa a enquete, com nome autoexplicativo “Qual textos vocês mais gostaram?” que ocorrerá até o dia 13/01/2013, lembrando que o que obtiver a maioria dos votos ganhará um mês de destaque aqui no My Life, com publicações de dois textos em meus outros blogs + divulgação nas redes sociais. Ao finalizar a enquete, já começo com a divulgação. Boa sorte a todos e mais uma vez muito obrigada por participarem da promoção e trazerem um pouquinho da vida de vocês para o meu cantinho.

Acima está o selinho da promoção, todos têm o direito de pegar.
Obrigada,
Raphaela Barreto


sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Sou totalmente reticencias quando se trata de ti



Não encontro mais as palavras perfeitas, não consigo mais descrever em meras e simples especifidades o que meu corpo tremula, palpita, queima e suspira quando sente o toque da sua mão ao em acariciar. Sou uma completa boba ao seu lado, me deixando levar a cada sorriso irradiante que sai de seus lábios direcionados a mim.
Só vejo a hora de poder chegar em casa e te ter, te abraçar, te amar.
Não pude evitar, minha vida é tomada por cada centímetro seu. Sou de corpo e alma sua, toda sua!
Somos perfeitos embriagados dançando durante a madrugada pelas ruas, com as luzes tendo como foco nossas silhuetas, que se desfazem neste amor fadado a ser eterno.
Isso não é só sexo, só pele, só desejo, é o desejo da pele, do sexo e de algo mais. Aquilo que saliva a boca, mas também arrepia a espinha, é saber que cada parte do meu corpo que se excita, também é parte da que te cuida quando doente, que te ajuda quando necessitado.
E eu me/lhe pergunto que ato é mais intenso do que o amor entre quatro paredes, demonstrando não só a sacanagem, mas as caricias... é disso que eu falo...
Dessa loucura incessante que habita meu peito, minha mente, meu corpo...
Sou totalmente reticencias quando se trata de ti.

Texto da Beatriz Eliza, Etc & Tal.
O amor faz isso conosco, não é?
Lindo.
Recomendo.

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Criança




                                                                 Fui uma criança feliz,
e meu desejo é que todos pudessem

sentir a alegria que eu tive.
Criança não tem maldade...
Criança fala e escreve o que sente...
Criança tem um sorriso sincero...
Criança é alegria e expontaneidade.
Espero ter deixado na minha alma
um pouco da criança pura e sincera
que sempre fui.

Que cresçamos, mas nunca esqueçamos a magia de ser criança.
Poema da Beki Bassan, do blog Reflexões.
Recomendo.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Esperança!


Alguns males não necessitam de cura, mas de esperança! 

Maria Claro de Lira, do blog: Em cada cor diferente que tente me clarear.
Incrível como em tão poucas palavras ela disse tudo.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Se errei foi na tentativa de acertar.

Mesmo que minhas escolhas não tenham sido das mais acertadas, mesmo que eu tenha insistido em algo que não iria para a frente, eu não me permito desistir, acredito que um ''Passado cheio de tentativas, seja melhor que um Futuro com inúmeras pendências.''
É errando que se aprende, se errei foi na tentativa de acertar.

Foto: Mesmo que minhas escolhas não tenham sido das mais acertadas, mesmo que eu tenha insistido em algo que não iria para a frente, eu não me permito desistir, acredito que um ''Passado cheio de tentativas, seja melhor que um Futuro com inúmeras pendências.''
É errando que se aprende, se errei foi na tentativa de acertar.

Texto do blog Permita-se, da Rosemary Lima.
Todo erro é uma aprendizado.
Mais um blog que recomendo.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Onde cantam as cotovias

1.

Mas que tédio são os dias
onde cantam as cotovias...
Não há drogas, não há vida:
nunca houve um suicida...

Pus os meus barcos no mar
mas não querem navegar...
Tenho moinhos de vento
mas eles giram tão lento...

Nas ruas, todas tão planas,
passam manhãs cotidianas.
Mas que tédio são os dias
onde cantam as cotovias...

2.


Onde cantam as cotovias
cantam outros passarinhos
canções de todos os dias...

Quando acordo no meu ninho
já cansado de morrer
não há sangue, nem vizinho

a quem possa recorrer.
- E esse silêncio lá fora
que não me deixa escrever!

Como eu queria ir embora,
voltar pras minhas orgias,
e me esquecer da aurora
onde cantam as cotovias...
   

 

Poema mais que maravilhoso do André Foltran, do blog Caderno
Lá encontramos poesias que fazem bem para nossos olhos.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Hoje não

Eu sei, ando sumida... já faz algum tempo que não publico nada "meu" aqui. Embora cada mensagem publicada seja escolhida do fundo do coração. Não exatamente o que penso naquele momento, mas são coisas que eu realmente acredito.
Por que não escrevo mais? Não sei. Ou sei. Talvez porque fico tentando não sentir. Porque minha vida inteira foi uma fuga dos meus sentimentos. Afinal o que importa meus medos, angústias e dúvidas? Sempre houve alguém que precisava dos meus cuidados, sempre houve algo mais importante do que o que eu sentia... Sempre achei que um dia tudo ia se resolver. Se eu fosse uma boa menina, um dia tudo ia dar certo.
Mas quando meu mundo desabou e fiquei sem chão, descobri que ele não para para que você melhore. Quando me vi destroçada por uma dor que achei não existir, descobri que tinha que colar meus pedaços sozinha... e descobri também que, por mais que você deseje com todas as suas forças, ninguém morre de tristeza. E eu não tive outra opção a não ser levantar, juntar os cacos e seguir em frente. Meio desnorteada, meio perdida e completamente sem esperança.
Acho que por isso não escrevi mais... porque quando acho que as coisas estão se ajeitando, tem sempre alguém pra me lembrar de tudo de novo. Tem sempre alguém pra me mostrar que estou só e, mesmo que eu faça tudo certo, ainda assim, farei tudo errado.
Não importa quantas vezes eu tente colar meu coração, há sempre alguém que me prova que pode quebrá-lo em pedaços cada vez menores e não acho que exista cola no mundo que possa recompô-lo outra vez. Não, não estou falando de amor, ou ao menos não daquele amor romântico, daquele que acontece entre homens e mulheres desde o início dos tempos. Não, definitivamente esse tipo de amor não é pra mim. Mas estou falando do amor que deveria haver entre todas as criaturas, o amor universal. Eu sempre achei que o amor podia mudar o mundo, mas essa é só minha visão boba e romântica da vida.
Entendeu agora porque nunca mais escrevi? Porque não queria dividir com vocês esse abismo que trago no peito, pois descobri que não é a morte que nos tira a vida, é a falta de esperança que nos faz morrer um pouco a cada dia.
Não, não me julgue, nem tenha pena de mim. Amanhã tudo estará bem. Amanhã vou por um sorriso no rosto e tudo haverá passado, quer dizer, não tudo, mas essa tristeza infinita sim. Hoje não. Hoje eu posso ficar triste, porque eu quero. Porque minha vida inteira eu tive que fingir que não doía. Agora não preciso mais. E se você não aguenta essa enxurrada de tristeza, tudo bem. Volte amanhã. Amanhã eu te darei o meu melhor sorriso. Mas hoje não.

Chris Macedo, do blog Coisas que eu sei.
Uma palavra: Esplêndido!

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Um sentimento chamado Amor



Ainda não descobri o motivo do meu coração bater tão acelerado quando você aproxima-se de mim, sinto sempre algo diferente, uma espécie de nervosismo, um transpirar quase incontrolável, além deste sentimento que só posso comparar com uma incontrolável alegria, isto acontece sempre quando te vejo e aumenta quando permites que escute teu som ou perceba teu aroma.
É um sentimento que me envolve, toma conta de todo meu corpo, alma e mente e fico completamente dominado pela ilusão de pensar em um dia ainda sentir o teu calor, provar a paz que é estar contigo e juntos conjugar o verbo amar, quero principalmente, te namorar, bem baixinho no teu ouvido poder cochichar palavras de amor.
Ainda não descobri o motivo do meu coração disparar quando chegas perto, vivo apenas um sonho dourado, dia após dia pela esperança alimentado, o teu olhar dá-me esperança e este teu jeito amável dá-me confiança.
Ainda não sei o motivo deste meu descontrole quando de ti me aproximo, nem ao mesmo esta angustia, esta vontade de estar contigo, acho que isto já não é mais sentimento de amigo, se tenho por ti tanto ardor talvez tudo isto seja apenas, amor.

Texto e blog do Wcastanheita,
Virei leitora fiel deste blog, encontramos tudo para deixarmo-nos bem neste cantinho. 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Irresistível Desconhecido

SOMBRAS...

Vi seu sorriso
desenhado em minha mente...
E a imaginação fez delírios ao anoitecer...
Quando a lua derramou ao chão
o brilho das estrelas...
Nosso caminho se cruzou...
Esperei  pelo sol e seus raios dourados,
Pedi que iluminassem nosso dia.
Fizessem nossas sombras
se abraçarem numa esquina...
E ele está lá fora agora... Tão gostoso!
Gostoso demais pra não aproveitar...
Traz sua sombra pra minha abraçar...
Está quente lá fora.
E o calor nos convida a amar...
Ah! irresistível desconhecido!
Minha sombra espera a sua encontrar!


Su Simon do blog Momentos Incríveis,
e com certeza você vai encontrar coisas incríveis neste cantinho.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Celebração do 100º episódio de The Vampire Diaries

Ultimamente eu só ando falando de famosos no blog, mas fazer o quê?! Muitos estão pedindo! Prometo que amanhã vou fazer algo diferente. Óbvio que eu não poderia deixar de lado o evento que ocorreu ontem, na noite de sábado (9), a celebração do 100º episódio de The Vampire Diaries; a minha série preferida. Meus atores preferidos estavam lá.


Começando com as três divas! Kat Graham usou um vestido luxo decotado e um scarpin dourado m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o! A maquiagem estava meio translúcida pra ela, que foi o único ponto que não me agradou. Da Nina Dobrev eu não preciso nem falar, optou por um vestido do indiano Naeem Khan, amei a estampa, amei o jogo de cores, amei o cabelo (estilo Katherine) e gostei do sapato Brian Atwood. A Phoebe Tonkin estava interpretando a grávida e a dama de preto, não gostei da escolha; deveria ter ousado um pouquinho mais.

Ah não, para! Ian Somerhalder, Joseph Morgan Charles Michael Davis foram quase idênticos. Sei que os homens não têm muito o que inovar na hora de se vestir, mas existem outras cores de ternos, calças etc. De qualquer forma, preferi o look do Joseph.

Olhando para o Zach RoerigMatthew Davis e Daniel Gillies dá pra ver o que é inovar. Três "deusos" maravilhosos, vestidos da melhor forma possível. Adoro homens que possuem um diferencial. Olhem só o Zach de óculos, ai meu Deus! E o Matthew? Saudade de você, Alaric. O meu look preferido foi o do Daniel, que charme, que homem gato. Ao invés de usar uma gravata, usou um cachecol e ainda brincou com as cores da blusa e do paletó.

Olhando para o look completo da Phoebe, está lindo em si! Mas de qualquer forma não gostei, pelas outras fotos dá pra perceber que ficou algo meio "estou usando essa roupa folgada porque estou grávida"; algo nada a ver. Amei o look da Claire Holt, ela quis ir igual aos irmãos Klaus e Elijah hahaha, masculina com um tom de feminilidade. A roupa da Candice foi um show de terror, não quero nem comentar! Luto eterno!

E por fim, algum close na minha diva maravilhosa e um close naquele sorrisinho do Joseph.

Em geral, parabéns aos atores, diretores, produtores e a todo o elenco responsável por The Vampire Diaries, e parabéns aos 100 episódios! Que venham mais 10000 por aí rs. A minha série favorita merece o maior destaque e mais temporadas hahaha. Beijos!



Postado por Valeska Ribeiro,
do Blog: Moda e Vicios
O Moda e Vicios é uma blog que com certeza vale a pena ser lido. Ele nos traz dicas de modas, novidades dos famosos, artigos sobre maquiagens e muitos mais. Com certeza já está na minha lista de favoritos!

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Promoção seu cantinho no meu


Como o nome já diz, será seu cantinho no meu. Durante os próximos dias estarei postando aqui no meu blog textos dos blogueiros que quiserem participar da promoção. Para participar é fácil, basta comentar esse post com seu nome, o link do texto que gostaria que fosse publicado (ou somente o link do seu blog) e o link de um blog que você sem pensar duas vezes recomendaria. A postagem que for mais comentada será publicada em meus outros três blogs e o autor terá o blog divulgado no facebook, twitter, e tumblr. Após a promoção será feita uma enquete com o título e nome autoexplicativo “Qual texto vocês mais gostaram?”, o que obtiver a maioria dos votos terá um mês de destaque aqui no My Life, com dois textos publicados em meus outros blogs e divulgação nas redes sociais. O prazo para participar é até 17/11/2013 e em seguida começo a publicação dos textos (claro que com os direitos autorais). 

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Perdida


Ela anda sozinha, perdida.
Em cada esquina tenta se encontrar,
Não sabe o que vestir,
Qual sapato calçar, ou a palavra certa para usar.
Ela está presa,
Sem ter correntes amarradas nos pés,
Sem ver o sol nascer quadrado,
Está mergulhada num mar de dúvidas,
O qual vai se afogando lentamente por não saber nadar.
Ela tenta o que almejava,
Mas não está tentando direito.
Não sabe para onde ir,
Ou por onde começar.
Mas continua andando,
Andando até se cansar.
Até se afogar.
Até tudo acabar.

Raphaela Barreto

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Valer a pena

“Cumpram, pois, suas obrigações. Mas elas jamais impediram alguém de seguir seus sonhos. Lembrem-se de que são uma manifestação do Absoluto, e façam nesta vida apenas coisas que valham a pena. Só os que agirem assim entenderão as grandes transformações que estão por vir.”
  – Vahalla,

As Valkírias – Paulo Coelho. 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Dois para um só.



Você está naquela cortina rasgada, no café frio na garrafa, no colchão jogado no chão. Você esta no pote de Toddy acabando, naquele livro ruim da minha estante, naquele filme horrível que vimos juntos. Você esta em todas as vacas pintadas, nas palavras não faladas, nas mensagens apagadas. Você esta na cicatriz do Harry, na cor azul. Você esta em todos os olhos marrons, esta em todos computadores, esta em cada detalhe. E, acho que principalmente, você esta tão inteiramente em mim, que eu não sei mais como separar nós dois.  



sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Olhos castanhos


Deitei com ele na cama, ele parecia cansado. Olhei em seus grandes olhos castanhos e sorri, como é lindo admirar tais olhos. Um sorriso brotou nos lábios dele também, irresistível talvez fosse a palavra certa. Baguncei seu cabelo e depois o abracei, como era bom estar ali, com aquela sensação de completa, como se nada mais faltasse no mundo. Mexi em seu cabelo e beijei-o, mesmo não tendo certeza sobre o futuro, eu sabia que iria fazer de tudo para estar com ele, protege-lo e ama-lo. 

Raphaela Barreto

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

[Resenha] As Valkírias - Paulo Coelho

As Valkírias de Paulo Coelho conta uma viagem real que ele próprio e sua esposa, Chris, fizeram ao deserto. Ele, e consequentemente sua esposa, queriam aprender a ver e a conversarem com seus anjos. Para aprenderem, ambos vão atrás das Valkírias, mulheres do deserto que fazem pregações e detêm um conhecimento muito grande. Nesta jornada uma pequena disputa feminina entre Vahalla (uma das Valkírias) e Chris surge, uma vez que Vahalla se sente atraída por Paulo. Nesta aventura aprendemos desde o deserto que pode nos matar em minutos, até como nós próprios somos instrumentos dos anjos. A aventura vivida por Paulo e sua esposa é fascinante, instigadora e um aprendizado inimaginável – é incrível como ignoramos coisas tão simples, bonitas e do dia-a-dia. Se Paulo e Chris conseguem ver ou conversar com seus anjos? Só lendo para saber e adianto que o final é maravilhoso.


O que eu achei: Como já virei fã do nosso querido escritor, mago e ocultista Paulo Coelho, sou meio suspeita de expor minha opinião sobre o livro – uma vez que amei esta obra dele e todas as outras que já li. Em As Vailkírias, Paulo nos ensina tantas coisas que acontecem em nosso cotidiano, mas que estamos de olhos fechados para ver. “O mundo é daqueles que não tem medo de seguirem seus sonhos”. Para lerem as citações deste livro (e de outros dele também), clique no marcador Paulo Coelho, (ou aqui, e aqui) que se encontra no final deste post, perto dos comentários – não vai se arrepender, nem de ler as citações, nem de ler os livros.

Páginas: 239.


Nota: 5 estrelas. 

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Presença


Olhei a lua, esvaziei a mente e tentei esvaziar a segunda também. Aos poucos fui sentindo a grandeza do mundo, e que mundo! Senti a brisa tocar meu rosto e meus pelos se eriçarem – eu podia sentir. Meus olhos se encheram de lágrimas, eu sabia que era observada, só tinha que vencer o medo. São maravilhosas as coisas que Deus faz e eu sabia que não estava sozinha ali. É incrível os segredos que existem entre o céu e a terra, entre o amor e a dor, entre avida e a morte. É incrível ver como Deus nunca falha. 


Raphaela Barreto
Para quem leu "As Valkíras" de Paulo Coelho, certamente entenderá. 

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Ser humano.


As pessoas estão se esquecendo do que a vida é feita,
Do que vale a pena lutar.
Maldito lirismo que me possuí e me faz pensar no grande globo em que vivemos,
Maldito lirismo que me toma e me faz ter pena da sociedade,
Maldito capitalismo que faz meu lirismo ser triste,
Ser crítico,
Ser poeta.
Desumanos que me fazem humana,
Ser humana,
Ser humano.

Raphaela Barreto 

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Amor


[...] É fácil entender que sempre existe no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio de um deserto, seja no meio das grandes cidades. E quando estas pessoas se cruzam, e seus olhos de encontram, todo o passado e todo o futuro perde qualquer importância, e só existe aquele momento, e aquela certeza incrível de que todas as coisas debaixo do sol foram escritas pela mesma Mão. A Mão que desperta o Amor, e que fez uma alma gêmea para cada pessoa que trabalha, descansa e busca tesouros debaixo do sol. Porque sem isto não haveria qualquer sentido para os sonhos da raça humana. 

 - Paulo Coelho,
O Alquimista

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Igual

"[...] Para ela todos os dias eram iguais, e quando todos os dias ficam iguais, é porque as pessoas deixaram de perceber as coisas boas que aparecem em suas vidas sempre que o sol cruza o céu."

Paulo Coelho, 
O Alquimista.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Tecnologia


As pessoas buscas desesperadamente por algum tipo de afeto. No mundo em que vivemos todos vivem conectados 24h, mas se desconectam das coisas que estão ao redor. Afastam-se do calor humano, preferem mexer em um celular a conversar com alguém. Fecham-se e perdem-se em si próprios e não conseguem se achar, se alienam, ficam loucas e toda esta loucura alienada está parecendo lucidez. As pessoas não sabem mais conversar, não sabem ver que o mundo não está em tela com pixels. Se a tecnologia veio para ajudar-nos? Claro que veio, mas tem muita gente não sabendo usar. Tem muita gente esquecendo-se de viver a vida. E quando vem qualquer faísca de sentimento ou simplicidade tornam isso algo grande e intenso – sem necessidade, e depois se decepcionam. As pessoas estão acostumadas ao mundo dos pixels e a praticidade que se esquecem de que o mundo é muito mais que isso. A vida é uma só para darmos valores às coisas erradas e que se for para ter um vicio, que seja por algo de valor, por um sabor a mais na vida e algo que faça seu coração acelerar, não por um objeto qualquer e substituível.  
Raphaela Barreto

“Quando a tecnologia ultrapassar a interação humana, haverá uma geração de idiotas.” – Albert Einstein 

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Notinha do Paulo.

"Se você sair prometendo o que ainda não tem, vai perder sua vontade de consegui-lo."

 - Paulo Coelho, O Alquimista

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

[Resenha] O alquimista - Paulo Coelho

O livro conta a história de um pastor de ovelhas cujo sonho (Lenda Pessoal) é sempre viajar. Este pastor começa a ter sonhos sobre um tesouro e resolve visitar uma cigana e esta diz que seu tesouro está nas pirâmides. Quando o pastor estava prestes a desistir de sua Lenda Pessoal ele encontra o velho rei de Salém, e este diz que as pessoas não devem desistir do que mais querem em sua vida. Decide ele então ir em busca do seu tesouro e cumprir sua Lenda Pessoal. No trajeto ele aprende a Linguagem Universal e compreende a Alma do Mundo, conhece o povo do deserto e se apaixona por uma mulher que o faz entender que o amor não impede que as pessoas abandonem o que mais querem na vida, o amor faz as pessoas quererem ser melhores. Ele conhece também um alquimista, e ao lado do alquimista ele tem a certeza de que só uma Mão criou tudo, e que tudo já foi escrito por esta Mão. Nesta aventura o simples pastor de ovelhas vai descobrindo os mistérios da vida. O final do livro é surpreendente e faz nos pensar em nós, na nossa vida e o que acontece ao nosso redor.

O que eu achei: O livro é simplesmente foda (desculpem a palavra, mas outra não definiria melhor). O Alquimista foi o primeiro livro que li de Paulo Coelho e já virei fã de carteirinha. A mensagem transmitida no livro é sensacional, pode parecer uma história boba “ah um pastor de ovelhas que vai atrás de um tesouro, legal”, mas é muito mais que isso. Você se envolve de tal maneira na história que fica impossível parar de ler e vai refletindo sobre sua própria vida também. Em breve estarei publicando algumas citações do livro, é só clicar aqui, ou aqui para ler.

Páginas: 200.


Nota: 5 estrelas. 

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Citação

"Quando a gente vê sempre as mesmas pessoas terminamos fazendo com que elas passem a fazer parte de nossas vidas. E como elas fazem parte das nossas vidas, passam também a querer modificar nossas vidas. Se a gente não for como elas esperam, ficam chateadas. Porque todas as pessoas têm a noção exata de como devemos viver nossa vida. E nunca têm a noção de como devem viver as suas próprias vidas."
 - Paulo Coelho,
O Alquimista.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Amar


Amar é uma confissão. Amar é justamente quando um sussurro funciona melhor que um grito. Amar é não ter vergonha de nossas dúvidas, é falar uma bobagem e ainda se sentir importante. É lavar louça e nunca estar sozinho. É arrumar a cama e nunca estar sozinho. É aquela vontade danada de andar de mãos dadas durante o dia e de pés dados durante a noite.

-Fabrício Carpinejar

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Soco no estômago


Não temos mais tempo para brincar, a vida cobra e então é hora de crescer. A sociedade nos obriga a isso e é difícil dizer adeus para muita coisa que amamos e fizeram parte de nós. As responsabilidades aumentam e é hora de desempenhar papel de gente grande. Quem diria que crescer seria tão chato e eu que não via a hora quando era criança. Se vou ganhar novas experiências? Claro que vou, mas a simplicidade parasse não habitar o mundo adulto, e eu gosto do simples. Me apaixono pelas simples coisas que me fazem sorrir. Como diria Clarice, a vida é um soco no estômago
Raphaela Barreto