segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

CityPass Chicago - parte 2/2


Meu segundo dia em Chicago foi rápido e com menos atrações do que o sábado. 
Acordei cedo e peguei um táxi para ir até a igreja, se você é de alguma religião, vale a pena pesquisar se há alguma igreja por perto (a minha não era tão perto), mas valeu a pena cada segundo. 
Deixei combinado com o mesmo taxista que me levou, me buscar, então não tive nenhum problema de locomoção do centro para o subúrbio e do subúrbio para o centro - se você for transitar por si mesmo nesses lugares, tenha em mente que há pedágios dentro da cidade, então sempre esteja com algumas moedas ou notas baixas. 




Quando voltei ao centro fui utilizar minha última atração do CityPass: 360 Chicago. É um prédio bem alto que te dá uma vista de realmente 360° de toda a cidade. Você pode ver o Norte, Sul, Leste e Oeste através de vidros enormes. 
Se no dia anterior vi Chicago a noite, ver durante o dia também foi incrível. Recomendo a visita e recomendo mais ainda ter um celular/câmera bons para tirar foto.


A última parada foi no Navy Pier, um Pier muito bonito e extenso ao lado do lago Michigan (que mais parece o oceano). Há algumas atrações como roda gigante e carrossel e você ainda pode fazer uma bela caminhada ao longo de toda a extensão do lugar. Como estava frio, fiquei pouco no pier, mas tenho certeza que no verão deve ser uma delícia ficar observando o lago e os prédios de Chicago. 










N A V Y    P I E R








Em seguida fui para a estação central para voltar para a cidade em que eu estava hospedada, cheguei às 14h para pegar o trem das 16h, resultado: Não tinha mais bilhetes e precisei pegar o trem das 20h e acabei chegando uma hora da manhã no hotel. Minha dica: compre as passagens de trem com antecedência. 

A aventura em Chicago acaba aqui, mas em breve teremos mais posts sobre viagens e outras aventuras, acompanhe lá no insta para não perder as fotos e atualizações do blog.