segunda-feira, 24 de março de 2014

Nascimento


Nossa história começa hoje bem lá em nosso passado, quando o que nossa mãe sentia, nós sentíamos também; quando nós estávamos com fome e nossa mãe mão tinha que rápido se alimentar e quando ficávamos agitados dávamos chutinhos. É ai que tudo começa, e então crescemos e nos desenvolvemos – e precisamos de um espaço maior, enfim nascemos. Sentimos o primeiro sopro de oxigênio entrando em nossos pulmões, sentimos a vida se espalhar por nosso corpo e ai a luta pela sobrevivência começa. Nascimento representa algo novo, início e é um milagre.

Quando penso em vida, nascimento, me vem a imagem de pequenas tartarugas em mente, que ao nascerem já começam a lutar pela sua vida, enfrentando o mar, o desconhecido, mas o fazem por instinto, pela natureza, porque sabem que é o certo a fazer. E assim somos nós, nascemos e então instinto age, o coração pulsa, energia se espalha e a vida cresce. 

O tema sugerido foi Nascimento, pelo Cristiano do blog: Nada de Mais
Ok, eu não sabia a minima ideia de como começar o texto, mas está ai.

6 comentários:

  1. Boa!
    O pior das tartarugas é saber que poucas muito poucas chegam a tornarem adultas.

    ResponderExcluir
  2. oi Rapha

    Já somos mais que vencedoras, entre milhões de espermatozoides vencemos rs...
    E a vida é assim uma grande luta pela conquista.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Desde de pequenos estamos lutando não?
    http://surejustnot.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. --nascemos e então instinto age, o coração pulsa, energia se espalha e a vida cresce...Um belo final, adorei a contextualização do fato, desde o inicio até este belo final, acho q a guria merece receber do tio Castanha beijinhos e beijinhosssssssssssss


    ResponderExcluir
  5. podias não saber como começar o texto, mas fizeste-o de uma forma absolutamente extraordinária! muitos parabéns, não há melhor que ler este blogue :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  6. Muito sentimento como só uma mulher sabe dar...

    xoxo de aqui dos calhaus
    que tão frios como um raio....brrrrrrrrrrrrrr~_

    ResponderExcluir