quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Soco no estômago


Não temos mais tempo para brincar, a vida cobra e então é hora de crescer. A sociedade nos obriga a isso e é difícil dizer adeus para muita coisa que amamos e fizeram parte de nós. As responsabilidades aumentam e é hora de desempenhar papel de gente grande. Quem diria que crescer seria tão chato e eu que não via a hora quando era criança. Se vou ganhar novas experiências? Claro que vou, mas a simplicidade parasse não habitar o mundo adulto, e eu gosto do simples. Me apaixono pelas simples coisas que me fazem sorrir. Como diria Clarice, a vida é um soco no estômago
Raphaela Barreto

Nenhum comentário:

Postar um comentário