segunda-feira, 5 de maio de 2014

Se fez aquilo que queria

Jaqueline subiu ao palco, não era a primeira vez, mas mesmo assim ela estava nervosa. Ela daria início ao espetáculo, falaria um pequeno poema sobre o mundo e a sociedade, e a música soaria. Recitou cada verso como se fosse parte dela e quando terminou foi para sua pose – a música iria começar e ela iria dançar a própria coreografia. Ao primeiro toque ela se moveu graciosamente, deixando que a melodia invadisse seu corpo, cada movimento estudado deixando que a música fosse uma extensão dela própria. Ao final todos aplaudiram a melhor dança que haviam visto – Jaqueline fez e se fez poesia, assim como todos nós podemos fazer e se fazer, é só sentir e viver tudo intensamente.   

O tema sugerido era "O direito do ser humano de ser e se fazer poesia"
Tive que pensar muito para escrever este texto, é mais fácil "mostrar" a nossa poesia do que escrever.
O blog da Clara é maravilhoso e vale a pena ser lido, ela consegue mostrar melhor este direito de fazer e ser poesia!

4 comentários: