sexta-feira, 16 de maio de 2014

Uma parada de ônibus



Eu estava sentada no banco do ônibus quando ele passou por mim com a camiseta de uma banda qualquer que eu não consegui identificar. Cheirava a problemas, o que o deixava mais irresistível. Olhei para trás e procurei onde ele estava sentado – no ultimo banco, ao canto – nossos olhares se encontrarem e acho que um rubor tomou conta de mim, desviei o olhar, mas a tempo de ver um sorriso brotar no canto de sua boca. Abaixei a cabeça e sorri também, o que eu estava fazendo? Eu tinha um sério problema de ter quedas por garotos com cabelos grandes, calças caídas e vans nos pés – fora o rostinho de não se aproxime ou vai se machucar. Meu ponto estava chegando, é claro que eu iria fazer a maior burrice da minha vida. Abri a mochila, peguei um pedaço de folha qualquer e anotei meu número do celular e aguardei até faltar poucos metros para a minha parada. Levantei cautelosa do banco, eu sentia o olhar dele me fitando, até que era divertido se eu não estivesse a ponto de ter um infarto – o fato era que alguma coisa nos olhos dele tinha me chamado a atenção, ok, parece clichê, mas não vou mentir. Apertei o botão que faria o motorista parar em meu ponto, respirei fundo e antes que o ônibus parasse completamente me virei na direção dele e ele já estava com a mão estendida (o que me fez querer saber se muitas garotas faziam isso, ou se ele estava com o pressentimento de que eu iria entregar meu número). Nossas mãos se tocaram por milésimos de segundo, foi bom, ele fez um aceno com a cabeça e sorriu, e eu saí correndo do ônibus, vermelha, me perguntando o que tinha dado em mim. 

Raphaela Barreto

9 comentários:

  1. Uauau q belo conto, um mimo, gostei da primeira até a última linha, vc mais uma vez deixou-me viajar no mundo mágico da im,aginação e merece receber beijinhos e beijinhosssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. A Primavera põe-nos assim...Hé hé hé

    Beijos e um fim de semana feliz Bonita

    ResponderExcluir
  3. Amei o texto, que sonho <3

    Beijos, tem post novo no blog!
    http://ao-estilo-de-mary.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Querida amiga

    São momentos assim,
    que escrevem as páginas
    inesquecíveis de nossa história...

    ( PS - Acho que faltou uma palavrinha
    no título)

    Reencontrar sonhos,
    é reaprender o sentido da vida.

    ResponderExcluir
  5. Que românticoooo! *-* <3
    http://quemdiriamenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que lindooo, amei!

    http://tudodiferentecomsamaralima.blogspot.com.br/
    Instagram - @samaralima_03

    Beijos ♥♥

    ResponderExcluir
  7. gostei do texto, bastante amoroso! um conto fantástico :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  8. Quando leio seus contos fico louca de curiosidade pra saber o que acontece depois.
    Muito envolvente.
    Já pensou no caso de desenvolver algum (ou até alguns) para algo maior e ir publicando aos poucos?

    ResponderExcluir
  9. Paixonites de ônibus, já tive várias...:-/

    Gostei do conto

    http://leigopoeta.blogspot.com.br/

    Beijos

    ResponderExcluir