segunda-feira, 1 de julho de 2013

Pena


A noite estava fria, mas não era isso que a fazia ficar gelada por dentro. O corpo dele quente ao lado dela parecia ser muito atraente, um rápido flash passou pela sua mente, de outros tempos, de outra vida, de um passado não tão distante. Eles conversavam como se nada fosse importante, vez ou outra até sorriam. Ele era esperto e sabia tirar proveito das situações, ela ansiava por calor de um corpo. Juntos caminharam até o local que ambos conheciam muito bem, uma história tinha sido ali formada. Ele se aproximou e a olhou nos olhos enquanto o coração dela se acelerava, depois de muito tempo ele cedia a vontade que há tempos guardava para si mesmo. Ela deixou com que ele se aproximasse lentamente, e antes de seus lábios se tocarem ela parou o movimento e sorriu como nunca havia feito antes, e se afastou sorrindo. Não valia a pena – não mais, não com ele, tampouco por ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário