terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Marilyn



Seria mentira minha dizer que não me importo, pois qualquer tentativa de mostrar que não ligo é se importar, só que as coisas não são mais como antes. Orgulho tenho de dizer que o estupor já passou, que tanto me faz se você está na casa de um de seus amigos ou amigas, não ligo mais para isso. Não ligo mais para nada. Sentir algo hoje seria lucro, estou mais sólida e fria do que uma rocha e a barreira aqui é impenetrável, uma pessoa quando se recusa a se apaixonar novamente não está com medo de amar, mas sim como medo do que pode vir depois que o café esfriar, e sinceramente, não aguentaria dois cafés frios. Se me tranformei em algo que não queria ou esperava? A resposta com toda certeza é sim. Quem sabe um dia tudo isso passe, mas até lá faço das palavras de Marilyn Monroe as minhas: “partir antes de ser abandonada”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário