sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Consequências.



O estupor do passado ameaça me abandonar e o sorriso aos poucos volta para meu rosto, fraqueza e vulnerabilidade nunca foram algo que pudesse me orgulhar. Esparanças que construi para mim mesma num passado não muito longe, joguei fora, se vamos brincar eu não quero sair perdendo e me encontrar numa situação deplorável. Vejo hoje que tudo tem um próposito e um porquê, dizer que não sinto falta é mentir, mas simplesmente deixei de me importar. Apesar dos sorrisos involuntários que dou, sei que aqui dentro está mais frio e duro que uma rocha e nenhum calor por um bom tempo será capaz de me aquecer. Estou me transformando com uma intensidade devastadora em alguém que um dia disse que não seria, mas como disse, nada disto importa para mim. Só quero viver o hoje, sem lembrar do passado e sem pensar no amanhã. Com as consequências, a gente se preocupa depois, manter a mente ocupada é a melhor coisa a se fazer agora.

Um comentário:

  1. Way cool! Some extremely valid points! I appreciate you writing this article and also
    the rest of the site is really good.
    Also see my web page > ankles hurt

    ResponderExcluir