segunda-feira, 3 de junho de 2013

Sombras


Olhei-o e avaliei-o, o cabelo bagunçado e o sorriso davam um ar de mau. Sorri para ele deixando que nossos corpos se envolvessem, deixando que o frio ficasse lá fora e seu perfume ficasse em meu corpo. Não pensei em nada, porque estar ali era o que eu queria e depois de tempos finalmente eu podia sentir alguma coisa, me sentir bem e completa, mesmo sabendo que as sombras lá foram cedo ou tarde me chamariam.

Um comentário:

  1. [...] "finalmente eu podia sentir alguma coisa, me sentir bem e completa, mesmo sabendo que as sombras lá foram cedo ou tarde me chamariam."

    Belíssimo, Rapha!

    ResponderExcluir