terça-feira, 9 de agosto de 2011

Velhos tempos


Estava aqui com meus botões a pensar o quão difícil é nos desapegar de coisas que fizeram parte de nossa vida. Seja um brinquedo que tanto brincamos quando eramos crianças ou uma roupa que adoramos. Coisas que cuidamos com tanto carinho, não deixando quebrar, temos que dar embora, passar adiante, dar para alguém mais necessitado e é nessa hora que dá um aperto no coração e você relembra os bons momentos que passou com aquilo, e vê que já não é a mesma pessoa daquela época, que você cresceu, amadureceu, ganhou novas responsabilidades, e então, você sente saudade. 
Ironia não? Quando somos crianças queremos crescer logo e quando crescemos queremos voltar a ser criança. Mas, querer não é poder e a lei da vida é predominante: Nascer, Crescer, Morrer.
E enquanto crescemos, levamos saudades de velhos tempos, velhos e bons tempos

Nenhum comentário:

Postar um comentário