domingo, 4 de janeiro de 2015

O pior cachorro do mundo

Ninguém espera chegar em casa depois de ter passado o natal na praia e receber uma má noticia - mas foi isso o que aconteceu. Eu lembro do primeiro dia dele em casa, os primeiros brinquedos e a primeira mordida que levei também. Ele não era uma mal cachorro, talvez incompreendido, mas não era mal. Parecia normal ele latir e chorar quando iria chover ou quando estouravam rojões, talvez só não fosse normal ele morder tudo e quebrar várias coisas. Ele piorava a cada dia, mas alguns cães são assim, não? Talvez fosse a idade, porque apesar de o tempo passar, não parecia que ele fosse envelhecer, e mesmo notando a barbinha branca e os olhinhos começando a acinzentar, ele sempre ia ser meu primeiro cão, novo e saudável que já tinha destruído vários ursinhos meus em brincadeiras. Então, ao chegar da praia no dia 26 recebo a noticia, ele havia partido. 12 anos. Tinha se machucado no natal e desde então teve vários ataques epiléticos. O coração já estava parando. Não suportou nem ao soro. E isso é foda pra caralho. Mesmo sendo o pior cão de todo o mundo, sinto a falta dele ao olhar para o meu corredor, e mais falta ainda ao ver o olhar triste da minha outra cadelinha. Parece que ele foi ao veterinário e vai voltar ao qualquer momento, e ai minha cadelinha vai latir e pular de alegria. Mas só parece. 

P.S: Feliz ano novo a todos.

Raphaela Barreto

8 comentários:

  1. Feliz 2015 Bonita

    e realmente o destino é mesmo assim
    tudo nos é roubado...mas é mesmo assim.

    Beijinhos de aqui dos calhaus da Serra

    ResponderExcluir
  2. Eu não sei o que faria se acontecer isso com meu mor nao sei nem o que te falar de verdade ser uma dor incontrolável se precisar de conversa pode me chama no face ta !!!

    www.politicamenteincorreta.com

    ResponderExcluir
  3. Tadinho, perdemos um peixinho em outubro foi barra.
    A gente se apega de um jeito que a sdd doí...
    Lembranças eternas!!!

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Sinto muito pela notícia, infelizmente a vida é uma constante perda. Um ano de 2015 bem melhor e com muitos momentos de alegria :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  5. É melhor um cachorro amigo do que um amigo cachorro.

    ResponderExcluir
  6. oooooo Que triste noticia querida sinto muito....Feliz an pra você querida tudo de bom....Bjs..

    Tem sorteio no blog passa lá!

    ResponderExcluir
  7. Poxa Rapha que triste :(
    Tenho um cachorrinho tbm, ele está bem velhinho tbm... 14 anos. Tenho ele desde os meus 10 anos de idade, ele me acompanhou crescendo e eu o acompanhei também... nem quero pensar no dia quando o meu bixinho partir. Mas assim é a vida, tudo tem começo, meio e fim... mas o que faz a diferença é a maneira de como vivemos, de como aproveitamos o tempo que temos por aqui.

    Beijoos feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  8. Chorei, muito. Esses bichinhos fazem a gente morrer de amor e vão embora, parece tão injusto.
    Eu sofro só de pensar que, um dia, o meu vai também
    que ele esteja bem, seja onde estiver, e que não falte coisa pra ele morder e quebrar, nesse lugar pra onde os bichos vão quando deixam a gente
    :/

    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir