terça-feira, 22 de julho de 2014

Melancolia


O dia lá fora está bonito, o céu azul, mas aqui dentro não. Nunca fui de contar meus problemas e conflitos interiores para os outros – não conseguia nem fazer isso com minha psicóloga, e então eu escrevo, é mais fácil do que falar, não é? Sim, com certeza é. E então estou assim, sem muita vontade de nada, com um relacionamento caindo aos pedaços e fazendo tudo mecanicamente. Queria viajar, sozinha, para um lugar longe com natureza e esquecer-me de tudo – amigos, namorado, família, trabalho e até um pouco de mim. Mas até nisso tem um problema: 18 anos não muda nada na sua vida e seus pais não vão deixar você sair descobrindo o mundo, e o único lugar que mais se aproxima de natureza onde eu possa ir aqui, é uma ponte em cima do rio Tietê. Pois é, não ta fácil para ninguém, então eu continuo essa minha melancolia patética.

16 comentários:

  1. Rapha essa melancolia patetica é o que me atinge quase sempre... sabe, odeio rotina! Por mim faria algo novo todo dia! Mas mesmo estando melancolica algumas vezes eu penso que a vida é curta demais pra isso, hj pode ser o ultima dia, ou amanhã... sei lá, só deus quem sabe quando. Mas o fato é que tudo é mto incerto e cada minuto que eu perco triste é um pedacinho de vida que se vai e leva com consigo a chance que eu tenho pra ser feliz! Então brindemos o hoje e sejamos felizes também!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Sinto-me como você Rapha, há uma melancolia que insiste em me consumir quando penso na redundância dos meus dias, quando penso na vida que estou deixando de aproveitar...há fases e fases. Tenho 24 anos e sinto uma nostalgia progressiva e angustiante dos tempos da faculdade, da liberdade de ontem.

    Você é muito nova ainda, há muito para viver e esquecer, mesmo que por alguns momentos, dessa melancolia pertinaz.

    Beijos

    O Mundo Em Cenas

    ResponderExcluir
  3. Por incrivel que pareça são esses textos que me prendem para sempre. São tão eu. Acho que a solidão é a sombra de todos nós seres humanos. Alguns são apaixonados por ela. Outros correm dela. Eu as vezes a amo, a desejo, e as vezes corro.

    Adoro seu blog, seus textos, sempre estou por aqui, apesar de nem sempre comentar, por causa da correria do dia a dia. Mas saiba que eu leio sempre.

    Beijos, de uma admiradora das palavras,
    http://mylostworldjm.blogspot.com.br
    http://melissalobo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Se escrever é mais facil que falar, escrever no comentario do post é mais facil que fazer.

    Tente mudar sua rotina, ir ao cinema sozinha é uma. Algum museu (já foi no museu da lingua portuguesa?) ou até um parque... da para viajar sozinha na propria cidade e de dia. :))

    ResponderExcluir
  5. Desejo que passe. Que faça sol dentro de ti ;*

    ResponderExcluir
  6. Tem momentos que ficamos cansadas de tudo, pensamos na fuga, mas será que fugir resolve alguma coisa?

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  7. Por fora tudo é tão lindo e por dentro é onde há a catástrofe. Entendo bem esse sentimento de querer estar só, pelos menos por alguns dias, mas é tudo tão complicado. Quando não é os pais é o dinheiro... Ah, essa vida...

    ResponderExcluir
  8. acho que é normal ter essas fases, é natural esses momentos de melancolia. as vezes bastante tentar mudar a rotina, força nisso. acredita em ti e arrisca :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  9. Infelizmente esses sentimentos são normais, as vezes bate um cansaço da rotina, mas eles passam... O importante é encarar de frente, e não deixar se abater completamente, sentir essa melancolia por completo, pra seguir em frente.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Escrever para abrir o coração é a melhor coisa que tem.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderExcluir
  11. Juventude é assim ( não só )
    e um tanto de melancolia
    um novo dia...~_

    Um belo dia Rafaela, beijos e feliz fim de semana

    ResponderExcluir
  12. Rapha querida

    Tenha uma linda noite

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  13. 18 anos é uma fase complicada, tudo muda muito rápido e nunca estamos bem preparados! Mas "guentaê" que passa, como eu mesma descobri a duras penas, rs.

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Me sinto exatamente igual, não consigo desabafar e vou escrever pra aliviar a confusão que fica a mente com todas as coisas da vida. Tenho vontade de colocar uma roupa numa mochila e sair, com um mapa e sem destino, mas ai fico só na vontade...

    Serenata a Capella

    ResponderExcluir