sábado, 8 de abril de 2017

Deixa eu voar mais, me arriscar mais, o céu é tão lindo, e tão grande



Sempre que sentava e tentava escrever algo, ficava olhando por um tempo o computador, e imaginando o que deveria escrever. Digitava frases, e apagava em seguida. Olhava pro lado, parava, continuava... Hoje, deixei de lado tudo, fixei meus olhos no teclado, e apenas escrevi.

Quando mais a gente deixa para depois algo, os dias passam e vamos deixando... deixando... deixando para depois. Há! eu tento depois, só mais um dia, e depois escrevo, ou digo isso, ou faço aquilo... ou tomo uma iniciativa com tal pessoa.

Eu empurrei tantas ações, tantas atitudes, que posso até ganhar um prêmio! Deixar para depois, não ir e falar - ir e fazer! Se jogue, menina, o que pode acontecer, é você aprender, caso não dê certo! Veja, eu, me espremendo como uma laranja para sair algumas palavras, palavras essas que tenho que me controlar para não exclui, linha por linha.

Mas, calma! Vamos continuar... Se pelo menos eu tocar alguém com essas palavras, já estou tranquila. Porém, o bacana é seguir em frente, e deixando as palavras saírem do coração, e indo em fila para algum lugar... Quando deixei de lado o medo de tentar, compreendi que errar de fato é o recuo, e que isso, eu preciso mudar. Deixa eu voar mais, me ariscar mais, o céu é tão lindo, e tão grande...

Texto da Pâmella, do blog Love in Red.
Adorei este cantinho e obrigada por ter participado!
Nota sobre o post: Eu sei como é isso, não vir uma palavra sequer para começar um texto, e depois ir deixando tudo para depois. Temos que nos jogar, sentir e viver, colocar tudo para fora mesmo e simplesmente agir.
Abraços!

14 comentários:

  1. Se já nada é
    com que alma enfrentamos a Fé
    de existir
    de sentir
    até de sonhar
    seja que maravilha por encontrar ?
    A ternura e o Amor
    serão um mais neste Tempo
    já quase sem humor
    e só Terror
    nesta aventura que sem pudor
    será muito mais
    nas palavras esquecidas por escrever
    na miséria do tempo
    que tentamos viver...Deu pra isto Bonita.~_``````

    Beijinhos de aqui dos Calhaus já quentinhos
    e um grande e feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  2. "Sempre que sentava e tentava escrever algo, ficava olhando por um tempo o computador, e imaginando o que deveria escrever. Digitava frases, e apagava em seguida. Olhava pro lado, parava, continuava... Hoje, deixei de lado tudo, fixei meus olhos no teclado, e apenas escrevi." Me identifiquei pois faço isso todas as vezes que eu vou escrever. Achei lindo!

    Colecionando Palavras

    ResponderExcluir
  3. Quando mais a gente deixa para depois algo, os dias passam e vamos deixando...Adorei, amei esta belezurra aceite do tio Castanha bjinhos e bjinhossss

    ResponderExcluir
  4. Hoje cedo eu li seu blog desde a sua primeira postagem kk
    Ótimo texto, só as vdd 💕

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me sinto lisonjeada, obrigada!
      Tentei ler seu blog, mas fala que o perfil não é público... não estou conseguindo... Beijos

      Excluir
  5. Sempre fui muito superficial na maioria das coisas que faço, nunca ia a fundo. Mas quando decidir me arriscar deu certo.

    Acabei de ver... seu blog fez 7 anos :0
    Gente como tudo isso passa rapido!!!
    Aqui que o meu e beira por aí.
    Parabéns!!
    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Inventaram um palavra horrorosa - procrastinar - para resumir esse sentimento de deixar para depois... Não sei se é mais feio e mais frustrante o sentimento ou a palavra. Deixar para depois sequer é um sentimento - é um quase sentimento que nunca se completa, um quase querer, um quase realizar, um quase por para fora. Neste sentido, quase é uma coisa terrível, tão terrível quanto procrastinar... Texto belíssimo. Um beijo
    Luc

    ResponderExcluir
  7. Texto super verdadeiro, gostei.
    Diante da tela e do teclado, fico sem ideias; só escrevo com caneta e papel. Depois passo a limpo no teclado.

    ResponderExcluir
  8. Ah que linda, obrigada pelo carinho. Estou seguindo seu blog também, e cito ele no meu blog. Aproveitei e estou seguindo o Ig do mesmo no Instagram. Beijo, e volto em breve aqui... ♥

    ♡ Meu Ig https://www.instagram.com/pamella_ferracini/
    ♡ Ig do blog https://www.instagram.com/blogloveinred
    ♡ Blog http://blogloveinred.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ah... esqueci, tu me perguntou se tinha blogs para indicar. Tenho sim.
    http://franpoesias.blogspot.com.br/
    http://livrosamoremais.blogspot.com.br/

    Excelentes blogs, recomendo! ♥

    ResponderExcluir
  10. oii

    O blog da Marina é: http://marinacoelho.com.br/

    Pode escolher a postagem que você quiser.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  11. O importante é arriscar sempre, nunca desitir. Lutar sempre por algo melhor! Belo texto!

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  12. Quantas vezes me sentei e fiquei a olhar a tela branca sem ideia alguma! Não é sempre que as coisas acontecem. Até esse texto se diz muito; dizemos que nem sempre as coisas nascem e crescem como desejamos. Mas insistir, não desistir é a grande solução. Depois as coisas fluem lindamente...
    Beijo, Rapha, um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  13. Uma vez escrevi que a poesia havia se cansado em mim, e uma pessoa muito especial me ensinou que a poesia nunca se cansa, nós nos cansamos. As palavras são vivas, inquietas, a porta (nós) algumas vezes emperra, trava... Mas elas, hora ou outra, fluem e se fazem lindas aqui fora. O interessante é que mesmo cansada eu escrevi um poema, e tu mesmo sem palavras escreveste um texto. Vê? As palavras tem vida!
    Grande abraço!
    Bárbara P.

    ResponderExcluir