sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Mudanças



A infância era maravilhosa, não era? Lembro me de sempre querer três coisas e imagina-las, com os olhos brilhantes, firmemente: ter uma festa de quinze anos, casar usando um vestido branco e ser mãe. Coisas simples que toda mulher quer, não é? 
Não.
No ano em que eu completaria quinze anos toda a magia sumiu, eu não queria festa, não queria vestido longo, não queria valsa com ninguém. (Mas o fiz, a pedido da minha mãe que sempre sonhou com a festa dela e não teve). 
Agora, com 18 anos, apesar de namorar (voltamos, detalhes a parte), não me vejo casando, nem com meu namorado, nem com ninguém. Simplesmente não me imagino morando com outra pessoa na mesma casa usando uma aliança no anelar da mão esquerda. 
E a pior parte, sobre ser mãe, confesso que já passei minutos em frente ao espelho me imaginando grávida e imaginando a melhor sensação do mundo, afinal é um desejo que a maioria das mulheres tem. Pois é. Não me imagino mais sendo mãe. Não possuo mais este desejo. 
E isto me assusta.
Como as três coisas que eu mais queria quando era criança, estão sumindo de minha vida? 
Eu sei que tenho muitos anos pela frente, e que talvez isto possa ser apenas uma crise de existencialismo, mas estou com medo.
Quem sou eu?
E em quem me transformei?
Ou irei me transformar? 

7 comentários:

  1. oi Rapha

    A gente imagina tantos sonhos, ficamos tanto tempo pensando e pensando... e muita coisa sonhada nunca será vivida.
    A gente muda de pensamento de opinião...
    Acho que o sonho de toda menina é ter sua festa.
    O sonho de toda mulher é se casar e ter filhos, mas nem sempre acontece.
    Estamos vivendo em um mundo tão egoísta que dá medo se relacionar.
    Mas é a vida e vale a pena ser vivida.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  2. Ó Fofa
    são momentos em que nos sentimos
    bem ou mal
    e reagimos ao íntimo pessoal da personalidade...penso eu ~_*

    " A felicidade existe, mas nem todos a conseguem "
    porquè ?

    emoções passageiras ou não...

    Beijinhos pra ti
    que sei sabes discernir algo mais que momentos só...

    Bom e feliz fim de semana (-_*)

    ResponderExcluir
  3. Rapha,

    Com 18 anos, eu só queria jogar futebol. Nessa idade a gente é criança em corpo de adulto, siga o que tua mãe diz, e relaxe.

    :)
    Marcos

    ResponderExcluir
  4. ao longo da vida temos muitas mudanças de opinião, faz parte da vida. quem sabe daqui a 3 anos tens pensamentos completamente diferentes :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  5. As pessoas mudam, seus desejos se transformam. Isso é natural. Como diz a música, é melhor ser essa metamorfose ambulante...

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de novembro

    ResponderExcluir
  6. Querida amiga

    Não sou mais criança.
    Mas estas perguntas
    me acompanham em todos os dias.
    Em que me transformei...

    ____________________________________

    Usa teus sonhos como escudos
    em defesa das tuas esperanças.

    ResponderExcluir
  7. Na verdade você não mudou, você está vendo o mundo com uma diferença de 3 anos e isso faz uma diferença.

    ResponderExcluir