segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Mulheres


Alguém já percebeu como é difícil ser mulher? Não conseguir esvaziar a mente um só minuto, transformar uma gota no copo em tempestade. Sangrar cinco dias no mês com cólicas, reviver o passado com a mesma intensidade no presente, sofrer pelo futuro pensando em algo que sequer pode nem acontecer. Querer mil coisas ao mesmo tempo, querer viver um romance literário, dar sentindo a coisas banais e se estressar por besteiras. Ser sensível demais, chorona demais, carente demais, preocupada demais. Tudo é "demais" quando se trata de ser mulher. E isso é um saco. Ou talvez o problema seja só eu. (em compensação somos seres lindo, maravilhosos, graciosos, mortais com corpos que todos os homens querem). 

P.S: não usem internet da Claro, ou vocês não terão internet. Ta aí o motivo da minha ausência.

10 comentários:

  1. Belo retrato Bonita...

    grandes mulheres que noto a cada década mais perseverantes e afirmativas
    em si...

    Feliz fim de semana e um xoxo de aqui dos calhaus da Serra também~_

    ResponderExcluir
  2. Belo texto e bonito retrato feminino.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de setembro

    ResponderExcluir
  3. Bem assim mesmo.

    Bom setembro pra vocÊ.

    anavi
    filhadejose.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Rapha, pensa que em compensação depois tem tudo o resto :) eheheh

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  5. Como eu te compreendo.

    Mulher é mesmo assim, senti-me compreendida e identifiquei-me por demais.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Ah, as mulheres! Belo retrato. Mas ser homem também dói, Rapha.

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  7. Raphaela, escrevi teu nome com f, desculpa.

    BjóKawanami

    ResponderExcluir
  8. exato! rsrs
    adorei o texto! Super verdade!

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. É, mas os poetas estão aí pra idolatrar.

    ResponderExcluir