quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Monstro.


Ás vezes no escuro, ás vezes no claro. Mas sempre lá. Aquele instinto começa e não a como deter. Vem devagarzinho e de repente já está lá. Completo. Forte. E difícil de sair. No começo êxtase, depois a culpa. Difícil de entender, fácil de explicar. Uma controvérsia sem fim. Brigas interiores eternas. Ás vezes fáceis de controlar, mas na maioria das vezes não. Existe duas dentro dela. Uma gritando enquanto a outra tenta tampar os ouvidos. A parte ruim sempre querendo sair, enquanto a boa tenta se controlar. Enquanto a ruim ri, a boa chora. Confusões internas e talvez eternas. Uma sempre brigando com a outra. Ora uma ganha, ora outra. Não se sabe como está o placar. O bem sempre está tentando controlar o mal. O bom tentando vender o mau. E todos sempre tentando prender, e deixa-lo num lugar longe e esquecido. Prender o que eu costumo chamar de mostro.

3 comentários:

  1. Olá... Rafa... obrigada pela visita e por seguir, legal a lista de 101 blogs, ainda mais que o meu esta lá..rs.. Gostaria de retribuir de alguma forma. Aceita um selinho? faço um personalizado pra vc!!!

    Pelo visto vc também viu o filme Greta com a Hilary Duff...(por causa da lista de coisas que ela queria fazer antes de morrer.)
    Bom adoorei... vou indo ...

    Bjks
    Daiana – Dias Melhores para Sempre!
    http://daidesiderio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Todos nós temos esse monstro por dentro.

    ResponderExcluir