sexta-feira, 29 de julho de 2016

[Resenha] Silêncio - Becca Fitzpatrick

No livro Silêncio, Nora acorda em um cemitério, após ser sequestrada, sem saber porque está lá, ou como foi parar lá. Para falar a verdade, ela não se lembra de nada do que aconteceu nos últimos cinco meses – era como se alguém tivesse arrancado uma parte de sua memória, mas ainda havia um sentimento em seu coração. O pior de tudo ao voltar para casa, é saber que Hank Millar, pai de sua arqui-inimiga, está namorando sua mãe, mas ele não parece uma boa pessoa e suspeitas o rondam. Nora tenta seguir uma vida normal, mas parece que os problemas a perseguem, e ela acaba indo no lugar errado, na hora errada e quase sendo morta e por sorte Jev aparece para salva-la, e no momento que Nora o vê, algo desperta dentro dela, a cor preta invade seus pensamentos e um calor paira por seu corpo. Eles já haviam se conhecido, mas onde? Ela sabe que Jev tem todas as respostas, e que algo os liga, mas Jev se recusa a contar o que sabe, e a ficar longe dela também.
"Minha história é longa, e não há muita coisa boa nela. Não posso apaga-la, mas estou decidindo a não errar novamente. Não quando os riscos são tão grandes, não quando envolvem você. Há um objetivo em tudo isso, mas vai levar um tempo. – Dessa vez ele me abraçou e afastou o cabelo do meu rosto, e alguma coisa dentro de mim se desfez ao seu toque. Lágrimas quentes trasbordaram de meus olhos. – Se eu perder você, perco tudo."
Nora acaba revendo seu velho amigo Scott, e este conta tudo que ela precisava saber e a ajuda a lembrar do passado, incluindo nefilins, anjos caídos e que Hank não se aproxima nem um pouco do mocinho da história, pelo contrário, Nora descobre que ele esteve envolvido em seu sequestro – e suspeita que ele esteja planejando algo maior ainda. Como se não tivesse já no que pensar, Jev aparece mais vezes em sua vida, e Nora sabe que precisa dele, só não sabe como explicar.
"[...] Jev dissera que eu não devia procura-lo, mas eu não conseguia parar de fantasiar sobre todas as diferentes maneiras pelas quais poderíamos nos encontrar novamente. [...] Acordei com o coração disparado e uma dor estranha dentro de mim. Era perfeitamente capaz de interpretar o sonho sozinha: apesar de ele me fazer sentir furiosa e confusa, eu queria vê-lo de novo."
Nora recebe a notícia de que sua mãe está no hospital, Hank a leva para lá, mas ocorre um contratempo no caminho: um acidente e depois ela descobre que foi proposital. Jev sabe do acidente e a leva para sua casa, bem, Jev tentou ficar longe dela, mas era impossível.
"Deslizei as mãos por seu peito, memorizando cada contorno de músculo. Inalei os mesmo aromas que havia sentido naquela primeira noite no Tahoe. Tracei os contornos de seu rosto com os dedos, explorando, curiosa, aqueles traços fortes, quase italianos. E, durante todo o tempo, Jev não movia. Apenas se deixava tocar de olhos fechados."
Algumas memórias começam a voltar à tona para Nora, e ela consegue lembrar de seu passado e fica furiosa com Hank, e acaba caindo numa emboscada e se vê obrigada a jurar liderar seu exército caso ele morresse, caso contrário ela e a mãe morreriam. Ela fica com medo do que Patch vai pensar dela, mas o amor deles pode superar isto. Por fim, para salvar Patch, Nora se vê obrigada a matar Hank, e se torna assim líder do exército nefilim dele, e ela sabe que agora terá uma grande batalha pela frente, e se pergunta se isto não vai destruir seu amor com Patch, o qual ela vai liderar um exército para destruí-lo.

Pág: 301.


Nota: 5 estrelas.

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Ser feliz

[...] O homem precisa se libertar de seus sentimentos e sensações, para só então conseguir encontrar a paz e ser feliz.

O mundo de Sofia

quinta-feira, 7 de julho de 2016

Surpresa para o namorado

Nada melhor  do que deixarmos feliz quem amamos, então que tal presentar seu amor de uma forma criativa e diferente? Fiz  uma caixa surpresa de café da manhã para o meu namorado, segue abaixo o resultado.

Kit café da manhã + caixa de presente + almofada + papel pardo (usado nos correios).
A ideia foi fazer uma caixa de café da manhã surpresa, ou seja, enrolar tudo no papel pardo e entregar na empresa dele como se fosse o correio, sem nenhum bilhete avisando que seria eu.  


Organizei os produtos de forma a caber tudo.

Por cima de tudo coloquei a almofada.
Depois de tudo organizado na caixa, hora de finalizar.




Escreva o endereço da empresa, o nome completo dele e os telefones para encontra-lo.



Pedi para uma amiga minha entregar em mãos para ele na recepção da empresa. Ele ficou surpreso, e depois enviou mensagens agradecendo e que tinha gostado muito. Missão concluída!