sexta-feira, 29 de novembro de 2013

Se errei foi na tentativa de acertar.

Mesmo que minhas escolhas não tenham sido das mais acertadas, mesmo que eu tenha insistido em algo que não iria para a frente, eu não me permito desistir, acredito que um ''Passado cheio de tentativas, seja melhor que um Futuro com inúmeras pendências.''
É errando que se aprende, se errei foi na tentativa de acertar.

Foto: Mesmo que minhas escolhas não tenham sido das mais acertadas, mesmo que eu tenha insistido em algo que não iria para a frente, eu não me permito desistir, acredito que um ''Passado cheio de tentativas, seja melhor que um Futuro com inúmeras pendências.''
É errando que se aprende, se errei foi na tentativa de acertar.

Texto do blog Permita-se, da Rosemary Lima.
Todo erro é uma aprendizado.
Mais um blog que recomendo.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Onde cantam as cotovias

1.

Mas que tédio são os dias
onde cantam as cotovias...
Não há drogas, não há vida:
nunca houve um suicida...

Pus os meus barcos no mar
mas não querem navegar...
Tenho moinhos de vento
mas eles giram tão lento...

Nas ruas, todas tão planas,
passam manhãs cotidianas.
Mas que tédio são os dias
onde cantam as cotovias...

2.


Onde cantam as cotovias
cantam outros passarinhos
canções de todos os dias...

Quando acordo no meu ninho
já cansado de morrer
não há sangue, nem vizinho

a quem possa recorrer.
- E esse silêncio lá fora
que não me deixa escrever!

Como eu queria ir embora,
voltar pras minhas orgias,
e me esquecer da aurora
onde cantam as cotovias...
   

 

Poema mais que maravilhoso do André Foltran, do blog Caderno
Lá encontramos poesias que fazem bem para nossos olhos.

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Hoje não

Eu sei, ando sumida... já faz algum tempo que não publico nada "meu" aqui. Embora cada mensagem publicada seja escolhida do fundo do coração. Não exatamente o que penso naquele momento, mas são coisas que eu realmente acredito.
Por que não escrevo mais? Não sei. Ou sei. Talvez porque fico tentando não sentir. Porque minha vida inteira foi uma fuga dos meus sentimentos. Afinal o que importa meus medos, angústias e dúvidas? Sempre houve alguém que precisava dos meus cuidados, sempre houve algo mais importante do que o que eu sentia... Sempre achei que um dia tudo ia se resolver. Se eu fosse uma boa menina, um dia tudo ia dar certo.
Mas quando meu mundo desabou e fiquei sem chão, descobri que ele não para para que você melhore. Quando me vi destroçada por uma dor que achei não existir, descobri que tinha que colar meus pedaços sozinha... e descobri também que, por mais que você deseje com todas as suas forças, ninguém morre de tristeza. E eu não tive outra opção a não ser levantar, juntar os cacos e seguir em frente. Meio desnorteada, meio perdida e completamente sem esperança.
Acho que por isso não escrevi mais... porque quando acho que as coisas estão se ajeitando, tem sempre alguém pra me lembrar de tudo de novo. Tem sempre alguém pra me mostrar que estou só e, mesmo que eu faça tudo certo, ainda assim, farei tudo errado.
Não importa quantas vezes eu tente colar meu coração, há sempre alguém que me prova que pode quebrá-lo em pedaços cada vez menores e não acho que exista cola no mundo que possa recompô-lo outra vez. Não, não estou falando de amor, ou ao menos não daquele amor romântico, daquele que acontece entre homens e mulheres desde o início dos tempos. Não, definitivamente esse tipo de amor não é pra mim. Mas estou falando do amor que deveria haver entre todas as criaturas, o amor universal. Eu sempre achei que o amor podia mudar o mundo, mas essa é só minha visão boba e romântica da vida.
Entendeu agora porque nunca mais escrevi? Porque não queria dividir com vocês esse abismo que trago no peito, pois descobri que não é a morte que nos tira a vida, é a falta de esperança que nos faz morrer um pouco a cada dia.
Não, não me julgue, nem tenha pena de mim. Amanhã tudo estará bem. Amanhã vou por um sorriso no rosto e tudo haverá passado, quer dizer, não tudo, mas essa tristeza infinita sim. Hoje não. Hoje eu posso ficar triste, porque eu quero. Porque minha vida inteira eu tive que fingir que não doía. Agora não preciso mais. E se você não aguenta essa enxurrada de tristeza, tudo bem. Volte amanhã. Amanhã eu te darei o meu melhor sorriso. Mas hoje não.

Chris Macedo, do blog Coisas que eu sei.
Uma palavra: Esplêndido!

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Um sentimento chamado Amor



Ainda não descobri o motivo do meu coração bater tão acelerado quando você aproxima-se de mim, sinto sempre algo diferente, uma espécie de nervosismo, um transpirar quase incontrolável, além deste sentimento que só posso comparar com uma incontrolável alegria, isto acontece sempre quando te vejo e aumenta quando permites que escute teu som ou perceba teu aroma.
É um sentimento que me envolve, toma conta de todo meu corpo, alma e mente e fico completamente dominado pela ilusão de pensar em um dia ainda sentir o teu calor, provar a paz que é estar contigo e juntos conjugar o verbo amar, quero principalmente, te namorar, bem baixinho no teu ouvido poder cochichar palavras de amor.
Ainda não descobri o motivo do meu coração disparar quando chegas perto, vivo apenas um sonho dourado, dia após dia pela esperança alimentado, o teu olhar dá-me esperança e este teu jeito amável dá-me confiança.
Ainda não sei o motivo deste meu descontrole quando de ti me aproximo, nem ao mesmo esta angustia, esta vontade de estar contigo, acho que isto já não é mais sentimento de amigo, se tenho por ti tanto ardor talvez tudo isto seja apenas, amor.

Texto e blog do Wcastanheita,
Virei leitora fiel deste blog, encontramos tudo para deixarmo-nos bem neste cantinho. 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Irresistível Desconhecido

SOMBRAS...

Vi seu sorriso
desenhado em minha mente...
E a imaginação fez delírios ao anoitecer...
Quando a lua derramou ao chão
o brilho das estrelas...
Nosso caminho se cruzou...
Esperei  pelo sol e seus raios dourados,
Pedi que iluminassem nosso dia.
Fizessem nossas sombras
se abraçarem numa esquina...
E ele está lá fora agora... Tão gostoso!
Gostoso demais pra não aproveitar...
Traz sua sombra pra minha abraçar...
Está quente lá fora.
E o calor nos convida a amar...
Ah! irresistível desconhecido!
Minha sombra espera a sua encontrar!


Su Simon do blog Momentos Incríveis,
e com certeza você vai encontrar coisas incríveis neste cantinho.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Celebração do 100º episódio de The Vampire Diaries

Ultimamente eu só ando falando de famosos no blog, mas fazer o quê?! Muitos estão pedindo! Prometo que amanhã vou fazer algo diferente. Óbvio que eu não poderia deixar de lado o evento que ocorreu ontem, na noite de sábado (9), a celebração do 100º episódio de The Vampire Diaries; a minha série preferida. Meus atores preferidos estavam lá.


Começando com as três divas! Kat Graham usou um vestido luxo decotado e um scarpin dourado m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o! A maquiagem estava meio translúcida pra ela, que foi o único ponto que não me agradou. Da Nina Dobrev eu não preciso nem falar, optou por um vestido do indiano Naeem Khan, amei a estampa, amei o jogo de cores, amei o cabelo (estilo Katherine) e gostei do sapato Brian Atwood. A Phoebe Tonkin estava interpretando a grávida e a dama de preto, não gostei da escolha; deveria ter ousado um pouquinho mais.

Ah não, para! Ian Somerhalder, Joseph Morgan Charles Michael Davis foram quase idênticos. Sei que os homens não têm muito o que inovar na hora de se vestir, mas existem outras cores de ternos, calças etc. De qualquer forma, preferi o look do Joseph.

Olhando para o Zach RoerigMatthew Davis e Daniel Gillies dá pra ver o que é inovar. Três "deusos" maravilhosos, vestidos da melhor forma possível. Adoro homens que possuem um diferencial. Olhem só o Zach de óculos, ai meu Deus! E o Matthew? Saudade de você, Alaric. O meu look preferido foi o do Daniel, que charme, que homem gato. Ao invés de usar uma gravata, usou um cachecol e ainda brincou com as cores da blusa e do paletó.

Olhando para o look completo da Phoebe, está lindo em si! Mas de qualquer forma não gostei, pelas outras fotos dá pra perceber que ficou algo meio "estou usando essa roupa folgada porque estou grávida"; algo nada a ver. Amei o look da Claire Holt, ela quis ir igual aos irmãos Klaus e Elijah hahaha, masculina com um tom de feminilidade. A roupa da Candice foi um show de terror, não quero nem comentar! Luto eterno!

E por fim, algum close na minha diva maravilhosa e um close naquele sorrisinho do Joseph.

Em geral, parabéns aos atores, diretores, produtores e a todo o elenco responsável por The Vampire Diaries, e parabéns aos 100 episódios! Que venham mais 10000 por aí rs. A minha série favorita merece o maior destaque e mais temporadas hahaha. Beijos!



Postado por Valeska Ribeiro,
do Blog: Moda e Vicios
O Moda e Vicios é uma blog que com certeza vale a pena ser lido. Ele nos traz dicas de modas, novidades dos famosos, artigos sobre maquiagens e muitos mais. Com certeza já está na minha lista de favoritos!

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Promoção seu cantinho no meu


Como o nome já diz, será seu cantinho no meu. Durante os próximos dias estarei postando aqui no meu blog textos dos blogueiros que quiserem participar da promoção. Para participar é fácil, basta comentar esse post com seu nome, o link do texto que gostaria que fosse publicado (ou somente o link do seu blog) e o link de um blog que você sem pensar duas vezes recomendaria. A postagem que for mais comentada será publicada em meus outros três blogs e o autor terá o blog divulgado no facebook, twitter, e tumblr. Após a promoção será feita uma enquete com o título e nome autoexplicativo “Qual texto vocês mais gostaram?”, o que obtiver a maioria dos votos terá um mês de destaque aqui no My Life, com dois textos publicados em meus outros blogs e divulgação nas redes sociais. O prazo para participar é até 17/11/2013 e em seguida começo a publicação dos textos (claro que com os direitos autorais). 

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Perdida


Ela anda sozinha, perdida.
Em cada esquina tenta se encontrar,
Não sabe o que vestir,
Qual sapato calçar, ou a palavra certa para usar.
Ela está presa,
Sem ter correntes amarradas nos pés,
Sem ver o sol nascer quadrado,
Está mergulhada num mar de dúvidas,
O qual vai se afogando lentamente por não saber nadar.
Ela tenta o que almejava,
Mas não está tentando direito.
Não sabe para onde ir,
Ou por onde começar.
Mas continua andando,
Andando até se cansar.
Até se afogar.
Até tudo acabar.

Raphaela Barreto

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Valer a pena

“Cumpram, pois, suas obrigações. Mas elas jamais impediram alguém de seguir seus sonhos. Lembrem-se de que são uma manifestação do Absoluto, e façam nesta vida apenas coisas que valham a pena. Só os que agirem assim entenderão as grandes transformações que estão por vir.”
  – Vahalla,

As Valkírias – Paulo Coelho. 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Dois para um só.



Você está naquela cortina rasgada, no café frio na garrafa, no colchão jogado no chão. Você esta no pote de Toddy acabando, naquele livro ruim da minha estante, naquele filme horrível que vimos juntos. Você esta em todas as vacas pintadas, nas palavras não faladas, nas mensagens apagadas. Você esta na cicatriz do Harry, na cor azul. Você esta em todos os olhos marrons, esta em todos computadores, esta em cada detalhe. E, acho que principalmente, você esta tão inteiramente em mim, que eu não sei mais como separar nós dois.  



sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Olhos castanhos


Deitei com ele na cama, ele parecia cansado. Olhei em seus grandes olhos castanhos e sorri, como é lindo admirar tais olhos. Um sorriso brotou nos lábios dele também, irresistível talvez fosse a palavra certa. Baguncei seu cabelo e depois o abracei, como era bom estar ali, com aquela sensação de completa, como se nada mais faltasse no mundo. Mexi em seu cabelo e beijei-o, mesmo não tendo certeza sobre o futuro, eu sabia que iria fazer de tudo para estar com ele, protege-lo e ama-lo. 

Raphaela Barreto