sexta-feira, 30 de março de 2012

Um novo começo

 
"(...) porque a gente vive e vai descobrindo que tudo que é fim, também é começo em algum outro lugar... "
 
do blog Dreamer

quinta-feira, 29 de março de 2012

os "eus" transitórios do mundo

 
Guardei tantas coisas, na verdade todos guardamos, por um momento como estava conversando com uma grande amiga minha, quando somos pequenos achamos que ao crescermos nos amadurecemos, que vamos mudar. De certa forma amadurecemos, não batemos mais o pé, não choramos por não conseguir algo, no máximo tentamos, e as vezes a pessoas que nem tentam, eu tento. Acredito. Mas amadurecemos, aprendemos a se levantar diante de um grande tombo.

A questão é, não mudamos, nós continuamos sempre os mesmos, somos formados a partir disso e continuaremos sendo isso, mudamos algumas opiniões sobre as pessoas, mudamos alguns conceitos sobre nosso modo de ser, mas não de viver, não de sentir, guardei a caixa, eu sei que mudei. Eu sei que cresci. Mas ainda sou aquela garotinha, ainda sou aquela sonhadora, amante das palavras, dos livros, ainda sou eu. Continuaremos sempre sendo nós, continuaremos sempre sendo uma parte nossa transitória nesse mundo gigantesco.
 
Autoria de Karine Cassol,
do blog Dreamer
Eu amei esse texto, de certa forma me descreve também.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Rebates da vida

 
"Em algumas circunstâncias, eu disse para mim mesma, toda feliz: "é desta vez". Disse para logo em seguida, meio sem graça, precisar desdizer. Não era. Não, ainda, essa palavra que faz toda diferença para efeitos de esperança. Era de mentirinha. Rebate falso, propaganda enganosa, miragem no deserto, esses embaraços que existem aqui e ali na vida, e costumam ser do tamanho da nossa expectativa. Superáveis, quase todos, mas chatos, muito chatos.

PACIÊNCIA é também esse exercício que renovo todo dia: o de aguardar que uma hora dessas seja a vez de verdade."
 
Texto de Karine Cassol,
do blog: Dreamer

sexta-feira, 23 de março de 2012

Engolida por devaneios

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
.
Não fui engolida por meus devaneios, como aconteceu em todas as outras vezes, no entanto, lembrei que em outros tempos eu usava justamente esse momento para realmente mergulhar em mim mesma, sem medo.
Estou mudando alguns conceitos, amadurecendo outros e me desapegando de atitudes e trejeitos, tudo ao mesmo tempo. Consegue imaginar a confusão na qual me encontro? Mas não fique com pena, estou gostando muito dessa revolução interna. Sinto que a cada dia que passa, a versão de hoje está sendo melhorada, fortalecida e encorajada.

Simplesmente amei esse texto da
Karine Cassol, do blog

quinta-feira, 22 de março de 2012

Sinto sua falta

 
Preciso confessar uma coisa. Talvez não tenha tanta importância, mas bom tem.
Espera, espera, sinto sua falta...
Sinto muito a sua falta. Da sua companhia, dos seus abraços, das suas risadas, dos dias em que conversavamos, de seus micos, das nossas caretas, da forma estranha em que nos comportavamos... Em que só nós nos entendiamos, do friuzinho estranho na barriga que sentia quando só estava com você, da confiaça que tinha ao seu lado...
Mas bom, confessei, talvez mude, talvez não. Eu sinto sua falta!


do blog Dreamer

quarta-feira, 21 de março de 2012

Então ouse arrisque!

"É preciso se expôr sem medo de dar vexame. É preciso colocar o trabalho na rua. É preciso saber ouvir um não e, depois de secar as lágrimas, seguir batalhando. Arriscar, é o nome do jogo. Muitos perdem, poucos ganham. Mas quem não tenta, não tem ao menos o direito de reclamar."

E em 1º lugar: Karine Cassol
 do blog Dreamer 

sábado, 17 de março de 2012

Conto de fadas.


Era uma garota feliz, serelepe, sempre a cantar e a dançar, sempre pensando em como havia sido o dia de hoje e imaginando que roupa iria vestir amanhã. Sempre com um sorriso na boca e respostas prontas a serem ditas, mas como todo o resto, isso mudou. O conto de fadas havia sumido, deixando só uma vida em que ninguém estava nem ai para ninguém, onde todos só pensam em si mesmos. Uma vida mais dificil, cheia de responsabilidade, mais dura, mais complicada, em que momentos felizes não duravam para sempre. Ah, o para sempre, ela nem acreditava mais se era real.

Things²


Sempre havera outro dia. O sol sempre irá nascer. O tempo sempre vai passar. É assim, sempre foi. Quem você dizia que nunca ia esquecer, hoje você só fala oi e quem você dizia que nunca ia se aproximar, hoje faz parte da sua vida. As coisas mudam e se transformam, ora para boas, ora para ruins, mas sempre mudam e se transformam. Se algo está ruim hoje, amanha estara melhor, no final, sempre esta. É assim que as coisas acontecem e sempre irão acontecer.

sexta-feira, 16 de março de 2012

O vento²


Os ventos que as vezes tiram
algo que amamos, são os
mesmos que trazem algo que
aprendemos a amar...
Por isso não devemos chorar
pelo que nos foi tirado e sim,
aprender a amar o que nos foi
dado.Pois tudo aquilo que é
realmente nosso, nunca se vai
para sempre...

quinta-feira, 15 de março de 2012

Forte²


Ser forte é muito mais do que levantar pesos. Ser forte é ver tudo dando errado e conseguir sorrir, é fazer as lagrimas recuarem para não demonstrar a emoção, é esquecer seus problemas e ir ajudar um amigo. Ser forte é principalmente não perder as esperanças.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Maravilhoso²

Não somos o que somos por acaso, todos nós somos do jeito que somos porque temos uma historia. 
E cada pessoa tem há sua.
Podemos ser de um jeito e logo depois mudar porque algo aconteceu ou simplesmente mudar para impressionar alguém. 
Mas não importa quantas vezes você mude, nunca perca o que você tem de melhor, porque isso pode fazer você ser especial, e ser especial é maravilhoso.

Hipócritas²


As pessoas estão me estressando. Todos falsos e hipócritas que só sabem julgar. Todos iguais, mas uns mais iguais que os outros. Quando digo todos quero dizer a grande maioria dessa merda de sociedade. Cada vez mais as pessoas me impressionam com suas babaquices, fofocas, intrigas e historias mal contadas com desculpas esfarrapadas. Há sociedade me cansa com suas mesmas conversas rotineiras, mesmos assuntos, um tentando se aparecer mais que o outro, numa disputa que nunca tem fim. São poucos os que se destacam, e os bons, eu sei quem são.

terça-feira, 13 de março de 2012

Dois anos.


 Dois anos. Dois anos de risada, de tristezas, de decepçoes e realizações. Dois anos de horas sem inspiração e flashes de posts. Dois anos pensando em coisas uteis para escrever, de themes para escolher, de frases a serem digitadas e textos á ler. Muita coisa mudou e novos seguidores ganhei. Comentarios foram adicionados ao meus posts e eu, como semnpre, lendo todos e me preocupando com meus seguidores.
Ah, tenho a agradecer aos meu seguidores, que sempre me animaram quando pensei em desistir. Obrigado. E que venham muitos outros anos de blog pela frente.

Nessa semaninha, irei repostar alguns posts meus, que eu amei ou que o publico amou.

segunda-feira, 12 de março de 2012

Dois anos,

E hoje o blog está fazendo dois aninhos. E como todo aniversário, este não poderia faltar os balões:










Não poderia faltar os bolos (sim os bolos, porque um só não seria suficiente) :




E temos que apagar as velinhas né?




Antes de dizer aproveite a festa, conheça meu convidado ilustre:


Agora sim, aproveite a festa:





quarta-feira, 7 de março de 2012

Como a água.


Na quantidade certa, faz bem para o corpo, para a alma. Em demasia, faz mal, pode ferir. Ela é transparente e traiçoeira ao mesmo tempo, esconde coisas que ninguém imagina, mas pode ser tão clara que é possivel ver seu fundo. É uma coisa simples e complexa ao mesmo tempo. Juntando o doce com o salgado. Sendo pequena e imensa ao mesmo tempo. E todos, ás vezes não notando e nem percebendo, que precisam dela para viver. A á água é tão linda, e poderosa. Um presente vindo dos céus.
Seja como ela: faça bem, seja linda, seja simples, complexa, doce e salgada. Seja como quiser, ocultando seu segredos e mostrando que pode ser o que quiser, mostrando sua força ou sendo calma. Seja o que quiser. Seja como a água.

domingo, 4 de março de 2012

sexta-feira, 2 de março de 2012

Um parentese rápido

Sentir saudade não tem a ver com o tempo que não nos vemos, ou há quanto tempo não nos falamos. Sentir saudades tem haver com os inúmeros momentos em que me encontro a fazer alguma coisa desejando que você estivesse ao meu lado. Sentir saudade é na verdade, querer alguém o tempo todo perto de você, talvez uma forma de egoísmo, mas um egoísmo super permitido, afinal só se sente falta de quem se gosta...

Texto do blog Etc e Tal
Adorei esse texto, a palavra saudade só existe 
no Brasil, outros países usam "sinto sua falta". 

quinta-feira, 1 de março de 2012

Julgando

Estamos lotados de pensamentos formados por um passado que não conhecemos, mas ouvimos e o fazemos de fato. A vida continuou e ninguém explicou o que aconteceu realmente, hoje você se encontra aí, perdido, na lama, por ter ouvido o que disseram e não ter questionado o que era realmente.
Julgar é fácil, eu já julguei, agora será que você é corajoso o suficiente para poder encarar alguém de frente sem nenhum tipo de pré conceito?

Texto do Blog Etc e Tal...
Quanto mais fundo vou no blog dela, 
mais impressionada fico com os textos.